Recorde será quebrado em Tóquio? Relembre quais foram as medalhas do Brasil nas Olimpíadas do Rio

Fábio Motta/Estadão Conteúdo – 16/08/2016 O atleta Thiago Braz da Silva, conquista a medalha de ouro na prova do salto com vara dos Jogos Olímpicos Rio 2016, no Estádio Olímpico (Engenhão)

Compartilhe:

País subiu ao lugar mais alto do pódio sete vezes na última edição, disputada em casa, e alcançou o seu melhor desempenho na história; equipe verde-amarela tenta se superar no Japão

Os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 começaram oficialmente na sexta-feira, 23, com a Cerimônia de Abertura. Originalmente, a competição deveria acontecer no meio de 2020, mas, por conta da pandemia de Covid-19, a realização foi adiada para 2021. Dono de uma das maiores delegações dos Jogos, com 302 atletas, o Brasil tentará repetir o melhor desempenho de sua história nas Olimpíadas, conquistado em 2016, quando sediou os Jogos no Rio de Janeiro. Na ocasião, a delegação brasileira conseguiu 19 medalhas, sendo sete de ouro, seis de prata e outras seis de bronze. Relembre em quais esportes o Brasil conseguiu ficar entre os três melhores colocados.

Bronze
Ao longo dos Jogos, o Brasil conquistou seis medalhas de bronze. A primeira veio já na metade da Olimpíada, quando Mayra Aguiar venceu a cubana Yalennis Castillo no judô até 78 kg. No dia seguinte, Rafael Silva conquistou o segundo bronze do Brasil no judô ao bater o judoca do Uzbequistão. No dia 14, o Brasil fez história ao conquistar a prata e o bronze na Ginástica Masculina, sendo que o terceiro lugar do pódio foi ocupado por Arthur Nory. No dia seguinte, Poliana Okimoto conquistou o terceiro lugar na Maratona Aquática. Em 18 de agosto, Isaquias Queiroz garantiu o bronze na modalidade C1 200m da canoagem. Por fim, Maicon Andrade garantiu uma medalha para o Brasil no Taekwondo.


Prata
A primeira medalha do Brasil nos jogos foi a prata conquistada por Felipe Wu no tiro, disputado no primeiro dia de competições. A segunda conquista veio com Diego Hypólito na dobradinha brasileira na ginástica artística. No dia seguinte, Arthur Zanetti garantiu a prata na prova das argolas, também na ginástica artística. Em 16 de agosto, Isaquias Queiroz conquistou a prata na prova de canoa individual de 1000m. No dia seguinte, a dupla feminina do vôlei de praia é derrotada na final, mas garante a prata. Por fim, Isaquias Queiroz e Erlon Silva conquistam a segunda posição do pódio na prova de canoa dupla.

Ouro
O primeiro ouro do Brasil veio com a judoca Rafaela Silva na categoria até 57kg feminino. Uma semana depois, Thiago Braz fez história ao levar o ouro no salto com vara. No dia seguinte, o boxeador Robson Conceição derrotou o francês Sofiane Oumiha e garantiu mais um ouro para o Brasil. Em 18 de agosto, o Brasil levou duas medalhas de ouro, a primeira com as velejadoras Martine Grael e Kahena Kunze, na classe 49er FX da vela feminina, e a segunda com Alisson e Bruno no vôlei de praia masculino. No dia 20, a seleção brasileira derrotou a Alemanha nos pênaltis e levou o primeiro ouro do futebol na história. Por fim, no último dia das Olimpíadas, o Brasil bateu a Itália por 3 sets a 0 no vôlei masculino e levou o ouro. (Por Jovem Pan)

Leia o anterior

Pelé parabeniza Marta após recorde em Olimpíadas: ‘É a esperança de um mundo melhor’

Leia a seguir

Jovem tenta suicídio no pontilhão do Distrito Policial em Indaiatuba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *